A Mão do Menino

A mão que me toca
E me bate no rosto
É a mesma mão do menino
Acariciando a face da mãe

A mão que me toca
E me aprisiona a alma
É a mesma mão do menino
Soltando pandorgas ao vento

A mão que me toca
E me marca o destino
É a mesma mão do menino
Desenhando as cores do mundo

Enquanto um fruto avermelhado
Amadurece do outro lado do muro
Sobre as folhas das amoreiras
Onde o bicho da seda tece o seu casulo.


© 2009, Nancy Lix.Espelhos sobre o Lago

Um comentário:

Natalix disse...

Espetacular!

"Bobby's collecting bees
And hammers, he used one on me
Cold war with little boys
Get in with a bubble gum trade
(...)"

 
© 2008 - 2009 Nancy Lix, Lua em Refração. Todos os direitos reservados. Não reproduzir sem autorização. | Technorati | BlogBlogs.Com.Br