Poema Divino

Céu acima de mim,
céu puro,
profundo,
abismo de luz.

Ao te contemplar
tremo de desejos divinos.

Saltar na tua altura
eis o meu abismo,
Esconder-me na tua pureza
eis minha inocência.
Toda a minha vontade é só voar
voar para entrar em ti!


Nietzsche

5 comentários:

Roger Jones disse...

acho que o Niti estava falando da Lou nesse poema.

Anônimo disse...

Nietzsche, ironicamente, teve o fim de Cristo e teve sua filosofia subvertida até o tranco da alma ! É uma pena !

Anônimo disse...

;Duda;

Nancy Lix disse...

Roger, Coitado do Niti, a Lou foi a sua precipitação definitiva ao abismo - o ecuro - do putredo fedido. Na verdade, ele era um menino!

Duda, concordo contigo. Em se tratando do Niti, como diz carinhosamente o Roger,é preciso bem mais do que a lógica coletiva dos intelectualóides.Ele é a base de toda a Psicologia, Psicanálise, e da própria Filosofia Moderna, e daquele algo mais que tem a ver com espiritualidade.Realmente ele foi o Cristo Moderno, bode expiatório de toda ignorância coletiva.
Sabe, Niti foi o único a entender as mulheres. Tenho imenso carinho por ele.

Natalix disse...

Só tenho uma dúvida: Se não podia nem pagar o aluguel, como pagava o bordel?

Aliás, acho que a grande dor dele era a pobreza. Não ter um lar, não ter um amigo verdadeiro. Se eu fosse inteligente como ele e não ganhasse nada, ficaria puta da cara.

 
© 2008 - 2009 Nancy Lix, Lua em Refração. Todos os direitos reservados. Não reproduzir sem autorização. | Technorati | BlogBlogs.Com.Br